Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BE Castanheira de Pera

Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Dr. Bissaya Barreto - Castanheira de Pera

BE Castanheira de Pera

Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Dr. Bissaya Barreto - Castanheira de Pera

O Novo Acordo Ortográfico

27.02.14

Na tua Biblioteca Escolar e na Entrada da Escola divulgam-se as várias alterações introduzidas pelo Novo Acordo Ortográfico, que já se encontra em vigor em Portugal.

 

Na Biblioteca, no painel informativo da entrada:

 

 

 

 

 

 

 

Nos painéis informativos na entrada da escola:

 

 

 

Publica-se aqui informação adicional, extraída do Espaço da Língua Portuguesa, da Porto Editora:

 

 

"O que é o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa?

 

O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa é o diploma que regula e pretende unificar a ortografia da língua portuguesa. Este documento assinado em Lisboa a 16 de dezembro de 1990, pela Academia das Ciências de Lisboa, Academia Brasileira de Letras, delegações de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe e, posteriormente, por Timor-Leste, tendo ainda contado com a adesão da delegação de observadores da Galiza.

O documento encontra-se publicado no Diário da República, n.º 193, I Série-A, e foi aprovado, para ratificação, pela Resolução da Assembleia da República n.º 26/91, e ratificado pelo Decreto do Presidente da República n.º 43/91, ambos de 23 de agosto de 1991, pp. 4370-4388, com alterações posteriores publicadas no Diário da República, n.º 256, I Série-A, aprovadas pela Rectificação n.º 19/91, de 7 de novembro, p. 5684.

 

O Acordo Ortográfico já se encontra em vigor em Portugal?

 

Nos termos do Aviso n.º 255/2010 do Ministério dos Negócios Estrangeiros, publicado no Diário da República, n.º 182, 1.ª série, de 17 de setembro de 2010, p. 4116, o Acordo Ortográfico já se encontra em vigor na ordem jurídica interna desde o dia 13 de maio de 2009, em resultado do depósito do instrumento de ratificação do Acordo do Segundo Protocolo Modificativo ao Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, como previa a Resolução da Assembleia da República n.º 35/2008, pp. 4802-4803, e o Decreto do Presidente da República n.º 52/2008, p. 4784, ambos publicados no Diário da República, 1.ª série, n.º 145, de 29 de julho de 2008.

Vários órgãos de comunicação social já adotaram a nova ortografia e foi calendarizada a sua aplicação no sistema educativo português no ano letivo de 2011-2012 pela Resolução do Conselho de Ministros n.º8/2011, pp. 488-489, publicada no Diário da República, 1.ª série, n.º 17, de 25 de janeiro de 2011. A partir de 1 de janeiro de 2012, todos os serviços, organismos e entidades do Governo, bem como as publicações oficiais, terão também a sua grafia adaptada.

 

Se a língua portuguesa é unificada, todos os falantes de português irão falar da mesma forma?

 

Não. O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (1990) é meramente ortográfico, afetando apenas a ortografia (escrita) das palavras. A forma falada não irá sofrer alterações, pelo menos a curto prazo. Algumas grafias são alteradas no sentido de unificar a língua portuguesa, usando o princípio fonético apenas como um dos meios dessa unificação ortográfica.

 

Em Portugal, há um vocabulário oficial?

 

Sim. O Vocabulário Ortográfico do Português (VOP), elaborado pelo ILTEC e disponível no Portal da Língua Portuguesa, foi oficializado juntamente com o conversor Lince como instrumentos legais para aplicação do acordo ortográfico, pela Resolução do Conselho de Ministros n.º8/2011, pp. 488-489, publicada no Diário da República, 1.ª série, n.º 17, de 25 de janeiro de 2011."