Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BE Castanheira de Pera

Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Dr. Bissaya Barreto - Castanheira de Pera

BE Castanheira de Pera

Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Dr. Bissaya Barreto - Castanheira de Pera

Concurso Nacional de Leitura - Fase Intermunicipal - Resultados

29.04.22

PNL2021_CNL_CINRL (1).jpg

O Concurso Nacional de Leitura é promovido pelo Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL2027) em parceria com Rede de Bibliotecas Escolares (RBE); Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB); Camões - Instituto da Cooperação e da Língua (Camões, IP); Direção-Geral de Administração Escolar/Direção de Serviços de Ensino e das Escolas Portuguesas no Estrangeiro (DGAE/DSEEPE) e Rádio Televisão Portuguesa (RTP). 

Mais informações sobre o Concurso Nacional de Leitura em https://pnl2027.gov.pt/np4/CNL2022.html

A Biblioteca Municipal Simões de Almeida (tio) organizou, este ano, a fase intermunicipal da 15ª edição do Concurso Nacional de Leitura, referente à participação dos dez Municípios da CIMRL - Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria.

O concurso, realizado anualmente pelo Plano Nacional de Leitura 2027 com o objetivo de estimular o gosto, os hábitos de leitura e melhorar a compreensão leitora entre crianças e jovens, é composto por 3 fases: Fase Escolar/Municipal, que decorreu até 8 de março; Fase Intermunicipal (prova escrita e de palco) realizada durante o mês de abril; e Fase Final que terá lugar em Almada, no dia 4 de junho de 2022.

A Fase Intermunicipal que ocorreu em Figueiró dos Vinhos e consistiu em duas provas, uma de escrita em suporte digital e outra de leitura. A primeira realizou-se entre os dias 20 e 21 de abril, com a participação dos 141 alunos do 1º ciclo do ensino básico ao ensino secundário, apurados na fase municipal de cada concelho. Aqui foram selecionados os 20 finalistas para a prova de leitura, também denominada Prova de Palco, que teve lugar na Casa da Cultura de Figueiró dos Vinhos, no dia 27 de abril, entre as 13h30m e as 17h30m. Nesse dia foram selecionados os oito melhores leitores, dois de cada ciclo de ensino, para participar e representar a CIMRL na Fase Final em Almada.

A prova de palco foi apreciada pelo júri convidado para o efeito, constituído por Ana Filomena Amaral, romancista, historiadora, tradutora e autora de 15 livros; Fernando José Rodrigues, escritor, ator, professor, tradutor, formador e fundador do grupo de Teatro de Palavras de Sobra – Gato de Marrazes, Leiria; e Sérgio Godinho, escritor figueiroense, diplomado em Psicologia pela Universidade do Minho e especializado em Recursos Humanos.

Ao júri coube a difícil tarefa de avaliar as melhores leituras das obras atribuídas a cada ciclo: 1º Ciclo - “O gatuno e o extraterrestre trombudo”, de Maria João Lopes; 2º Ciclo - “A bicicleta que tinha bigodes”, de Ondjaki; 3º Ciclo - “Robot selvagem”, de Peter Brown; Secundário - “A vida no céu”, de José Eduardo Agualusa.

O Agrupamento de Escolas Dr. Bissaya Barreto - Castanheira de Pera, pela primeira vez, viu a aluna, Laura Medeiros de Castro e Silva, premiada pelo Júri do Concurso e será um dos representantes do 2.º Ciclo do Ensino Básico na Fase Final do Concurso Nacional de Leitura, no dia 4 de junho, em Almada.

Resultados_CNL.jpg

23 de abril - Dia Mundial do Livro

23.04.22

DML_2022_Med.jpg

O Dia Mundial do Livro é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril, data escolhida com base na tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de S. Jorge, e recebem em troca um livro, testemunho das aventuras do heroico cavaleiro. Neste dia, comemora-se também o Direito de Autor.

Em 2022, a ilustradora Susa Monteiro − Menção Especial do Prémio Nacional de Ilustração em 2019 com o livro Sonho, editado pela Pato Lógico − concebeu a imagem do cartaz.
 
Uma lenda grega conta que as ninfas cultivavam laranjas nos Jardins das Hespérides, e aqueles que provassem os seus gomos de ouro tornavam-se imortais.
 
Também o livro tem o poder da laranja, tornando imortais quem guarda as palavras e as retém como suas. E, em cada livro lido, há uma vida renovada por mais um leitor, que, serena ou avidamente, abre as suas folhas e bebe as palavras que todos nós conhecemos mas não sabemos transmitir de forma imortal.
 
E porque na cadeia do livro todos somos precisos – escritor e ilustrador, editor, tradutor, revisor, designer, gráfica, distribuidora, livraria, mediador, biblioteca e leitor −, a 23 de Abril vá à livraria da sua zona ou encomende online, e envie um livro para quem lhe é mais querido.
 
Susa Monteiro nasceu em 1979, em Beja, onde vive.
Estudou Realização Plástica do Espectáculo, na Escola Superior de Teatro e Cinema, e Cinema de Animação, no Centro de Imagem e Técnicas Narrativas do Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão/Fundação Calouste Gulbenkian, tendo trabalhado em teatro e cinema até 2005 (ano em que inaugura a Bedeteca de Beja e se realiza a 1.ª edição do Festival de Banda Desenhada, com os quais passa a colaborar). 
Desde então, dedica-se exclusivamente à ilustração e à banda desenhada. Tem ilustrado para livros, cartazes e para vários jornais e revistas portugueses (Visão, PÚBLICO, Diário do Alentejo, entre outros), e expõe individual e coletivamente.

Pág. 1/2