Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BE Castanheira de Pera

Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Dr. Bissaya Barreto - Castanheira de Pera

BE Castanheira de Pera

Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Dr. Bissaya Barreto - Castanheira de Pera

Dia Internacional de Apoio às Vitimas de Tortura

26.06.15

26

 

 

O Dia Internacional de Apoio às Vitimas de Tortura é o dia 26 de junho.

 

O objetivo deste dia é alertar para a necessidade de apoio a todas as vítimas de tortura, que sofrem maus tratos silenciosamente e frequentemente por todo o mundo. A data sublinha que a tortura é uma violação dos Direitos Humanos e um crime. O apelo é feito sobretudo aos Estados, que se devem prontificar a erradicar a prática da tortura.

 

O Dia Internacional de Apoio às Vítimas de Tortura foi instituído em 1997 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, com vista à erradicação da tortura e à aplicação da Convenção contra a Tortura e Outras Penas ou Tratamentos Cruéis, Desumanos ou Degradantes (resolução 39/46, criada a 26 de junho de 1987).

 

O apoio à vítima em Portugal faz-se pela APAV e começa com uma chamada gratuita para a linha de apoio das 9h às 19h dos dias úteis (número 116 006).  

 

In Calendarr.Portugal

 

Estes braços erguidos valem ouro

26.06.15

Estes braços erguidos valem ouro

 

2015-06-25-Telma-Monteiro

 

Não é surpresa e ainda bem: Telma Monteiro venceu a medalha mais desejada no judo. Este é o mundo maravilhoso da agora pentacampeã europeia

Não foi a primeira nem a segunda vez que o fez — na verdade, já se tornou um hábito bom. Telma Monteiro somou esta quinta-feira o quinto título europeu.

 

A judoca portuguesa já tinha quatro medalhas de ouro em europeus e conquistou mais uma esta quinta-feira, ao vencer a húngara Hedvig Karakas (11.ª do ranking mundial) nos I Jogos Europeus, que decorrem em Baku, no Azerbaijão. 

 

CIXKo2CWgAAeu-P

 Telma Monteiro, com a medalha de ouro.

 

A adversária até entrou melhor, mas Telma Monteiro conseguiu aguentar a entrada forte da sua oponente, assumindo o estatuto de melhor do mundo e acabando mesmo por ser mais forte no decisivo combate, que durou 1min.46s. É a terceira vez que a judoca lusa se sagra campeã europeia na categoria -57kg — as outras duas aconteceram na categoria -52kg.

 

In Expresso/Desporto.pt.